• Versão Portuguesa
  • English Version

Natureza

Áreas Protegidas


Reserva Natural da Berlenga - (UNESCO reconhece património único do Arquipélago das Berlengas)

O arquipélago das Berlengas, localiza-se a cerca de 6 milhas a Oeste da península de Peniche e é constituído pelas ilhas Berlengas, Farilhões, Estelas e Forcados.
Por ter sido reconhecida essa grande importância foi-lhe atribuído o estatuto de Reserva Biogenética do Conselho da Europa. Protegida por lei desde 1981, no seu todo a Reserva Natural engloba uma área terrestre de cerca de 80 hectares e uma área marinha de perto de 1000 hectares. Local privilegiado para a nidificação de aves tais como o airo, a gaivota-de-asa-escura., gaivota argêntea, pardela-de-bico-amarelo e o corvo marinho-de-crista entre outras, a sua flora comporta mais de 80 espécies das quais 4 são endémicas (Arméria berlengensis, Herniaria berlengiana, Pulicaria microcephala, Echium rosulatum).


Área de Paisagem Protegida da Serra de Montejunto

A serra de Montejunto faz parte integrante do "Maciço Calcário Estremenho" e nele se encontra o ponto mais elevado da região Oeste. A sua estrutura geológica proporciona a existência de várias dezenas de grutas e algares distribuídas por todo o espaço da serra no entanto a sua exploração, pelos riscos que envolve, está reservada a especialistas. Devido ao seu muito característico micro clima, de transição entre a influência marítima e continental, e às condições geo-morfológicas desta serra, a sua fauna e flora são muito distintas das dos ecossistemas envolventes. Assim, são importantes as comunidades vegetais de castinçal, carvalhal e de pinhal onde sobressai o pinheiro manso (Pinus pinea). Mas Montejunto é sobretudo rico em espécies ornitológicas tendo aí já sido identificadas cerca de 115 espécies de aves.


Falésias do Oeste

As arribas que se situam entre as praias de Santa Cruz e de S. Bernardino são um extraordinário testemunho das profundas transformações geológicas que há 200 milhões de anos originaram a separação da Pangeia dando origem aos actuais continentes. Dessas convulsões resultaram as condições naturais e ambientais propícias para a existência de grandes grupos de dinossauros, o que levou a que esta zona litoral do Oeste contenha hoje em dia um valorosíssimo repositório de vestígios paleontológicos. De facto, nas camadas de terrenos argilosos cinzentos e avermelhados resultaram de depósitos sedimentares de onde equipas de investigadores retiraram numerosos fósseis, de onde se destaca um conjunto de ovos de terópodes, actualmente em exposição no interessante Museu da Lourinhã.





Paul da Tornada

Localizado junto à povoação de Tornada, cinco quilómetros a Norte de Caldas da Rainha, situa-se uma extensa zona húmida de água doce que constitui o Paul da Tornada. Formado por várias lagoas rodeadas de terrenos alagadiços este paul é das últimas áreas apaludadas existentes na região. Nele coexistem num complexo equilíbrio biológico numerosas espécies de aves, répteis, anfíbios, insectos e mamíferos. Local ideal para a nidificação de aves, aí encontram abrigo, alimento e condições de vida o pato-real, o galeirão e a galinha-de-água, entre outras. Das 122 espécies já recenseadas no Paul, 66 são internacionalmente protegidas e 15, de entre as quais a lontra e o cágado-de-carapaça-estriada, pertencem à lista de espécies ameaçadas em Portugal.


Lagoa de Óbidos

A Lagoa de Óbidos é um dos mais belos locais da costa ocidental de Portugal e constitui um frágil ecossistema onde diversas espécies encontram um privilegiado habitat. Numerosas aves aquáticas e migratórias podem aqui ser observadas, mas é sobretudo ao nível dos moluscos bivalves que reside a importância da fauna desta área onde o precário equilíbrio natural é constantemente ameaçado pela pressão urbana e, de um modo, especial pelo assoreamento da barra da lagoa de que resulta a eutrofização (proliferação de algas que consomem o oxigénio da água). Até ao final da Idade Média esta estendia-se até ao sopé da Vila de Óbidos mas a evolução da linha da costa, numa constante mutação limitou substancialmente o seu perímetro. Ainda assim a lagoa é um local excepcional para a prática de diversos desportos como o remo, a vela e o windsurf.